Search

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Ancine taxando títulos da Netflix

Ontem o Ricardo, do blog Filmes Netflix, publicou uma nota do jornal Valor Econômico mostrando que a Ancine irá cobrar da Netflix até 3 mil por título com um novo imposto, o Condecide, que teoricamente serviria para beneficiar a produção nacional. Na prática, já sabemos que por aqui o resultado normalmente é outro.

A Ancine é a Agência Nacional de Cinema, o equivalente cinematográfico do ECAD. A lei que se refere aos provedores de vídeo sob demanda como a Netflix faz parte do mesmo projeto que vai obrigar as TVs pagas a exibir conteúdo nacional se valendo de um pé de cabra jurídico.

O mais irônico é que nem a desculpa de ajudar as produções nacionais eles têm dessa vez, já que as obras nacionais também vão ser taxadas. (Qual é a lógica, estimular a produção nacional taxando a própria produção nacional? "Estou tirando de você, mas é pra te ajudar, é pro seu próprio bem.")

Só quem pode prever o impacto sobre a Netflix é a própria empresa. Sabemos o valor da assinatura, mas não sabemos quantos assinantes eles têm, nem quanto pagam por cada título. Pode ser que o valor seja pequeno  para a receita da Netflix, pode ser que seja grande o suficiente para complicar as atividades dela no país. 
Eu estava esperando por algum posicionamento oficial da Netflix, mas eles já devem estar sabendo do caso há muito tempo e até agora não disseram nada fora o já tradicional blablabla corporativo. Talvez porque pensem que não vale a pena.

Tenho poucas esperanças quanto a esse tipo de campanha, mas eu mesmo vou deixar mensagem na ouvidoria da Ancine e demonstrar o quanto estou satisfeito com o trabalho deles. Sugiro a todos que não gostarem da novidade que façam o mesmo.

A dura realidade é que o sonho de ter uma Netflix nacional tão forte quanto a norte-americana está cada vez mais distante.


Update: texto que escrevi na minha reclamação à ouvidoria. Por favor, façam sugestões de melhorias:


"Olá!

Assim como a imensa maioria dos assinantes de TV por demanda, venho manifestar meu REPÚDIO à lei que está sendo instituída visando a cobrança de taxas absurdas para manter filmes em catálogo em serviços por demanda. É totalmente contraproducente e só prejudica a nós, assinantes, cidadãos pagantes de impostos.

A cobrança desses valores será com certeza repassada como aumento de preço aos assinantes e pode até mesmo inviabilizar a manutenção de serviços de TV por demanda no país.

Gostaria de lembrar que as mantenedoras de serviços de TV por demanda oferecem um grande serviço no combate à pirataria, fornecendo acesso a conteúdo em quantidade e preço acessível, beneficiando produtores de conteúdo, brasileiros ou não, e também os assinantes. Caso seja inviável manter o serviço LEGAL de TV por demanda dentro do país, inevitavelmente muitos dos assinantes voltarão à pirataria - e, então, todos perdem, principalmente os produtores de conteúdo que a Ancine deseja "financiar" com o imposto.

Acredito que a cobrança de uma taxa seja razoável, mas o valor de 3 mil reais e de 750 reais por episódio de série é totalmente fora da realidade. Eu, como cidadão ciente de meus direitos, venho reclamar junto à Ancine pela reavaliação desses valores."

49 comentários :

  1. Queria apenas comentar que fiz a minha reclamação no site da Ancine. Espero que mais pessoas também o façam.

    ResponderExcluir
  2. Também fiz minha reclamação na ouvidoria. E useis palavrões para melhor me expressar, desculpem.

    ResponderExcluir
  3. Na moral, vai tomar no cu! Que palhaçada é essa?

    Que produção nacional? vai se fuder!

    ResponderExcluir
  4. E vamos voltar para a pirataria,obrigado Brasil

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Certeza, se tiver aumento na mensalidade eu cancelo e volto a baixar tudo piratão mesmo. Depois não venham reclamar, cambada de %$#@&¨.

      Excluir
  5. Reclamação enviada também!
    Como sempre nossos excelentissímos governantes querendo uma fatia do dinheiro. Isso me parece até lavagem de dinheiro.

    ResponderExcluir
  6. Enviei críticas e sugestões para a Ancine também. Se alguém tem pé e sabe fazer isso, acho que poderíamos iniciar um movimento pelas redes sociais, como nas comunidades do netflix do Facebook para divulgar essa informações e sugerir o contato com a ouvidoria, entre outras possibilidades. O governo tá foda taxando jogos eletrônicos e tecnologia de ponta, acho que daqui a pouco começam com os livros... temos que começar a pensar no que fazer, só votar não tem efeito pelo visto. Abraço!

    ResponderExcluir
  7. Para quem está assinando os comentários, fiz um update no post com um rabisco de modelo de reclamação.

    ResponderExcluir
  8. Fiz minha parte também!
    PC

    ResponderExcluir
  9. #ClasseMediaSofre
    uahuahua

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tava demorando pra alguém escrever isso... hehehe.

      Essas coisas de "classe média sofre" são uma das modinhas mais idiotas que já surgiu na internet nos últimos tempos. Como se alguém precisasse de atestado de comprovante de pobreza pra poder reclamar de alguma coisa. Ah, e como se quem escrevesse "classemediasofre" também não fosse de classe média, se achando superior sei lá por que motivo.

      Excluir
  10. Isso vai ser muito bom, assim vamos poder assistir mais filmes como O Quatrilho, Os Sete Gatinhos, Desaparecidos, ou quem sabe eles comecem a apoiar as produções das Brasileirinhas, enfim, estamos no Brasil e infelizmente esse país é do jeito que é, não há como mudar, como diz no final do filme Tropa de Elite 2, esse é o sistema e ele nunca irá mudar, agora o que nos resta é dizer: "VOLTA MEGAUPLOAD".

    ResponderExcluir
  11. A lei é tão ampla e aberta a interpretações que inclusive filmes e seriados completos veiculados pelo youtube também podem e com certeza serão taxados.
    Não podemos esquecer que não é somente o Netflix que vai perder, iTunes Store também vai entrar nessa, PPVs das TVs pagas, o novo Now, Terra.tv, crackle, etc...

    Esse é o tipo de resolução que faz o país voltar uns 10 anos!! É lamentável que ao invés deles apoiarem esses serviços que tiraram mta gente da pirataria, eles vão lá e taxam!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza... eu me ative à Netflix porque é o assunto do blog, mas a medida atinge a todos os provedores de serviço de vídeo por demanda, infelizmente...

      Excluir
    2. Como um amigo meu postou em outro fórum: "Obrigado governo brasileiro por me fazer economizar R$ 15,00/mês, fazendo eu voltar para a pirataria!" por Diogo

      Fica a frase como dica de texto para a ANCINE!

      Excluir
  12. Tava demorando...

    Não entendo pq ainda não cobram pelo metro quadrado do oxigênio.

    Enfim:

    "Sobre a IN 106, uma iniciativa extremamente infeliz e contraditória em termos benéficos ao Brasil e consumidor final, filme sobre demanda foi uma das melhores atividades anti-pirataria proposta até então, com esse imposto sobre título o que nos resta acreditar é que as empresas tomaram uma de/ou duas atitudes: ou diminuição drastica no numero de títulos, causando o abandono do serviço por uma maioria; aumento do valor mensal.



    Independente da opção tomada, todos saimos perdendo, e pra algums vai restar voltar novamente a pirataria, diminuindo ainda mais a venda ou negociação do material nacional.



    Eu e mais milhares de outras pessoas(algumas que nem tem acesso a esse tipo de informação) pedimos humildemente que vocês reconsiderem a proposta.



    Façam nós termos orgulho da agência nacional do cinema.

    Grato pela atenção."

    Essa foi minha reclamação, não sou muito bom com as palavras como gostaria de ser, mas fiz minha parte, muito chateado mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que isso, está ótimo seu texto :)

      Excluir
    2. Só corrigindo que é IN 105... 106 foi erro do outro blog/jornal!

      abraços!

      Excluir
  13. Fiquei indignada quando li esta notícia ontem, que situação ridícula. Mais uma instituição cara de pau que não perde a oportunidade de encher os cofres sem se preocupar com sua área de atuação. Infelizmente, nosso país está infestado com estas pragas.
    Também enviei a reclamação no site da Ancine, apesar de não acreditar que isto terá influência na motivação financeira deles.
    Abraços,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, eu também duvido que vá surtir algum efeito, mas é uma tentativa.

      Excluir
  14. Pessoal, em vez de lutar contra os politicos, vamos fazer eles trabalharem pra nos.

    Quem conhece algum desses candidatos, faça o favor de sugerir a ele de adotar uma proposta aberta contra a iniciativa da ancine, sugerindo a ele que dessa forma vai ganhar mais votos e apoio e nos vamos ganhar voz politica. Tenho certeza que se envolver as eleições a nosso favor, a ancine vai voltar atraz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os candidatos da atual eleição são da esfera municipal, mesmo que queiram não vão poder fazer muita coisa.

      O que se pode fazer é enviar solicitações ao deputado/senador em quem votamos na última eleição e pedir pra que seja feita alguma coisa. Mas também, difícil.

      Excluir
  15. Caro blogueiro, em primeiro lugar parabéns pelo seu trabalho.
    Sobre o assunto do post, ao invés de melhorar o seu texto fui ao link da Ancine e postei a seguinte reclamação:


    ----- inicio

    "Bom dia,

    É verdade o fato que voces pretendem cobrar 3 mil por título da NETFLIX como forma de beneficiar a produção Nacional de filmes?

    Se sim, já não se paga imposto suficiente neste país, que poderia ser utilizado para isto?

    Acaso vc´s desconhecem a iniciativa impostometro que nesta semana alcançou a marca de 1 trilhão de reais?

    Como desta forma vamos ter um serviço de qualidade como o netflix neste pais de NET e canais abertos com programações repetidas a exaustão?"

    ---- fim

    Abraços,
    Scotta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Scotta, é isso aí!

      O texto que postei é só uma sugestão pra facilitar, claro que qualquer um pode escrever como acreditar que seja melhor.

      Obrigado pelo apoio :)

      Excluir
  16. Não tão interessados em ajudar a produção nacional, mas colocar mais dinheiro no montinho pra desviar.

    Esses caras não podem ver dinheiro que ficam com os olhos brilhando.

    ResponderExcluir
  17. A biologia explica:

    Parasitismo

    O parasitismo é uma forma de relação desarmônica mais comum do que a antibiose. Ele caracteriza a espécie que se instala no corpo de outra, dela retirando matéria para a sua nutrição e causando-lhe, em conseqüência, danos cuja gravidade pode ser muito variável, desde pequenos distúrbios até a própria morte do indivíduo parasitado. Dá-se o nome de hospedeiro ao organismo que abriga o parasita. De um modo geral, a morte do hospedeiro não é conveniente ao parasita. Mas, a despeito disso, muitas vezes ela ocorre.



    ResponderExcluir
  18. Hoje foi lançando o HBO GO por enquanto para assinates SKY HBO http://www.hbogo.com.br/

    Gosto muito de on demand, tenho netflix, netmovies, telecineplay, now, muu, melhor que tv a cabo. Absurdo acabarem com isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal novat, você vai assinar o Go também?

      Se alguém tiver e fizer uma boa comparação com a Netflix e outros serviços eu publico aqui.

      Excluir
    2. HBO GO é grátis para assinantes da HBO, eu assino na NET, por enquanto só liberaram pra SKY, quando liberarem pra NET com certeza vou usar.

      Excluir
    3. Entendi. Vai valer a pena com certeza, se tiver pelo menos as ótimas séries deles.

      Excluir
  19. FOda se filmes nacionais, prefiro que tirem só tem bosta mesmo.

    ResponderExcluir
  20. Enviei minha reclamação pra ANCINE.

    Vi uma materia na TV sobre os preços dos carros do Brasil e outros paises.

    O reporte faz a seguinte pergunta pro "especialista no assunto". ( já no final da materia)

    Reporte - Pq essa diferença tão grande de preço ?

    R: Pq o Brasileiro paga, não reclama e paga.

    Será mesmo que nos Brasileiros aceitamos essas taxas numa boa ? acho que o cara tá certo, a muito tempo que o preço do carro no Brasil é um absurdo se comparamos com o preço de outros paises. E só vi um movimento significativo contra isso por aqui esse ano. Mesma coisa com os games, aquele movimento da acigames eu ahco que morreu depois de um vacilo de um dos representantes do movimento.

    Agora vamos ver como povo que gosta dos serviços on demand vai agir.

    sei que o assunto não é esse mais resolvir falar. descupe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Iphone tb é a mesma coisa. O pessoal tb coloca a culpa nos impostos, mas não é só imposto, tem um valor de "status" nos produtos que no Brasil é altíssimo.

      Vamos reclamar bastante e ver se dessa vez conseguimos fazer alguma coisa.

      Excluir
  21. Comunismo é foda ...

    ResponderExcluir
  22. Mas também ... esperar o que em um país onde o cidadão é obrigado a votar, a se alistar no exército (no caso dos homens), as rádios são obrigadas a transmitir a Voz do Brasil, etc?
    Isso que não estamos mais sob regime ditatorial (?)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é... parece que algumas coisas sobraram...

      Excluir
  23. postei la ...

    " Mais uma vez, o Governo achou uma forma de retirar ainda mais dinheiro de nós consumidores sem que tenhamos o mínimo retorno.



    Gostaria muito de saber, o por que da taxação ABUSIVA de títulos no serviço Netlflix e outros serviços de filmes por demanda ?? "É pra favorecer a produção nacional". Sério ?? Qual produção nacional ?? Sem falar que existem filmes e produções nacionais nestes serviços também, portanto, como essa taxação irão favorecê-los ?? Não vão né.



    Essa medida não tem propósito maior algum e não passa de OUTRA forma de extorquir dinheiro do cidadão, que sempre que lhe é oferecido algo de qualidade por preço acessível, isso lhe é removido e/ou taxado somente em prol de benefício de uma ou outra instituição governamental.



    Com isso, a única coisa que vocês estarão conquistando é a extinção/piora ou aumento significativo no valor de tais serviços, o que levaria a um aumento significativo da pirataria, coisa que estes serviços ajudam a combater.



    Sorte de vocês que a população brasileira é extremamente comodista, por que caso contrário, com este e tantos outros abusos, a população ja estaria na rua ateando fogo nas cidades. "

    ResponderExcluir
  24. Também fiz minha reclamação! Posts assim que nos informam e nos mostram o caminho para reagirmos são os mais úteis.

    Parabéns pela informação!

    ResponderExcluir
  25. Alexandre Alves Correa31 de agosto de 2012 09:03

    A minha reclamação já está lá:

    "Cobrar uma "taxa" de até 3 mil reais por filme da NETFLIX??? Vocês estão doentes? Querem destruir um serviço que recém está se estabilizando aqui no Brasil em nome de quê? Mais um imposto? O Brasil já faturou até agora 1 TRILHÃO em impostos só neste ano. Pra quê mais um?!!?!? A NETFLIX presta um serviço de alta qualidade por apenas 15 reais mensais, levando cultura com seu enorme acervo(que conta com diversos títulos brasileiros)a todo o país! Parabéns, ANCINE! É assim que vocês incentivam a cultura!"

    ResponderExcluir
  26. País e governantes de merda. Essa raça é o câncer do Brasil.

    ResponderExcluir
  27. Tentei reclamar mas a sessão da ouvidoria está fora do ar! a Vá!

    ResponderExcluir
  28. Fui colocar meu comentário e para minha surpresa (??):
    Ouvidoria - Sistema de ouvidoria em manutenção.
    Vamos entupir eles de reclamação. Se não fizermos nada, aí fica ruim mesmo. Eu sou contra a pirataria. Aqui em casa não baixamos nada...tenhos pelo menos uns 500 dvds em casa e parei de comprar por causa do Netflix. Cd's, pra lá de 1000. Não baixamos vídeos ou músicas (baixávamos até eu ler uma cartilha antipirataria. Veja seção Verdade ou Mentira http://www.apcm.org.br/downloads/f_nova_cartilha.pdf). Mas aí, com essas taxas, é capaz do preço subir (R$39,90?) e acabar incentivando um monte de gente a voltar a baixar filmes. Imbecilidades brasileiras...vejam a Época dessa semana. Garagista do governo não comparece a 6 meses no trabalho e SÓ ganha 27 mil por mês. Engenheiro em São Paulo, tirando mais de 80 mil do governo. Vão diminuir esses sálarios, que sobra dinheiro para cobrir os gastos deles. Imbecis. - Jorge (revoltado 2)

    ResponderExcluir
  29. Quero saber aonde faço a reclamação?!
    concordo com alguem que comentou acima que temos que fazer um movimento nas redes sociais contra isso! Isso é um absurdo!

    ResponderExcluir
  30. Ouvidoria - Sistema de ouvidoria em manutenção.

    ResponderExcluir
  31. Convenientemente o sistema de ouvidoria da ANCINE está em manutenção. :)

    ResponderExcluir
  32. A ANCINE tá certa. Aliás, quero trabalhar lá.

    ResponderExcluir
  33. Sistema de ouvidoria da ANCINE está em manutenção!
    voltando a pirataria em 3, 2, 1....

    ResponderExcluir
  34. "A Ancine está certa"....to vendo que a lavagem cerebral deles funciona...

    ResponderExcluir