Search

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

"Os brasileiros ainda não entenderam a Netflix" (Atualizado 31/08)

Para Reed Hastings, presidente da Netflix, "os brasileiros ainda não entenderam como o serviço de vídeos funciona". "Para a maioria das pessoas no mundo, a TV pela internet é uma coisa estranha. É uma ideia nova. Mas, por ser algo novo, as pessoas estão testando o Netflix e fazendo um 'boca-a-boca', o que tem sido muito bom para nós", disse o executivo em entrevista ao G1. "Leva-se alguns anos nos novos mercados que entramos para que os usuários aprendam a usar o serviço".

A reportagem completa está no G1. Na minha opinião, ele está coberto de razão. Nesse primeiro ano a Netflix já mudou bastante, inclusive no assunto das maiores reclamações dos assinantes. No início via-se muita gente reclamando pela falta de títulos legendados, por exemplo - e hoje vê-se um fluxo contrário, muitos assinantes reclamando por falta de dublagem.

Hoje a Netflix vai promover sua festa de primeiro aniversário. Estou muito orgulhoso por ter sido convidado, mas infelizmente não vou poder participar por causa da distância. Mas, como sempre, qualquer informação relevante vai ser informada aqui no blog.


UPDATE: o CEO Reed Hastings deu outra entrevista falando sobre a neutralidade da internet e as taxas da Ancine. Hastings disse ao Tecnoblog que acredita que as operadoras de banda larga é que deviam pagar à Netflix [sobre a neutralidade da internet] e que as taxas da Ancine "estão muito caras".

Acho que estamos mais preocupados do que ele, o que parece um bom sinal :)

UPDATE 31/08: outra reportagem, dessa vez da Rolling Stone. Nessa, Hastings fala do aumento do catálogo desejado, de UFC, de Rafinha Bastos e de séries próprias

11 comentários :

  1. Parabéns amigo pelo seu ótimo trabalho. Sempre que posso divulgo o netflix e seu blog. Tenho certeza que se o netflix der certo no Brasil, abrirá as portas para outros serviços semelhantes, como o hulu e o hbo on.

    ResponderExcluir
  2. André, sou daquelas que sempre pede títulos legendados. Excento no caso de animações. Acho a |Netflix um bom negócio pra quem curte boa tv e - q paradoxo - prefere ficar em frente a outra telinha, como eu. Esperemos que alguns títulos sejam renovados. "Entre dois amores" por exemplo, já ganhou Oscar de melhor filme, poxa. Ei, falando nisso, vi em algum lugar que teríamos "O discurso do Rei". O filme é MARAVILHOSO. Sabe se a informaçãso procede?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também gosto mais dos legendados, Aline. Vai ter O Discurso do Rei sim, só não se sabe quando:
      http://blog.lancamentosnetflix.com.br/2012/06/novidades.html

      Provavelmente só em 2013.

      Excluir
  3. Sou outro que brigou para que a Netflix disponibilizasse conteúdo com audio original e legendas em português. Foi o motivo de continuar assinante, pois não gosto desta tendência dos cinemas e canais por assinatura de dublarem todo o conteúdo. Que se dê a opção de dublagem mas sem excluir as cópias em audio original.

    ResponderExcluir
  4. Que sacripanda esse anônimo e a Aline, os dois juntos vão aprontar altas aventuras reclamando de dublados em: "Ta todo mundo louco querendo legendado" e na continuação "Uma legenda da pesada", isso esta me cheirando a altas confusão dessa turminha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha, ainda bem que tem opção pra todo mundo!

      Excluir
  5. No mundo inteiro dublam-se filmes e esta é a predominância absoluta. Exceção à alguns filmes de artes e alternativos. Privilegiam a língua materna.

    Aqui por sorte está mudando. Mas ainda é chique, principalmente para os mais velhos, mostrarem que falam inglês ou que gostam é de prestar atenção em legendas, perdendo as expressões.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os dois formatos têm vantagens e desvantagens. Com a dublagem se perde a voz original e também muitas piadas "nativas", levando-se em conta que a pessoa entenda a maioria do que se fala e só use a legenda como apoio. Pra mim é assim :)

      Excluir
    2. Amigo, vc esta completamente enganado, existe sim uma parcela que perde a atenção nas legendas, mas a pessoa que se acostuma com legenda, acaba aprendendo inglês com mais facilidade, acaba se acostumando, exercita a mente, ouve o audio original, não corre risco de pegar ep/tp/cap com dublagens diferentes, como o André disse, ouve as piadas como elas foram realmente feitas, o tom da voz(que muitas vezes é importante).

      Os dubladores no brasil são ums dos melhores do mundo no trabalho que fazem, e por isso ganham meu respeito. Mas a dublagem em si, pra mim, é um erro.

      As unicas vezes que me permito ver dublado, são desenhos(poucas animações/longas, nenhum anime) e quando estou acompanhado de alguem que prefere assim.

      Vai de cada um ver/ouvir o filme como quer, mas eu acho infinitamente superior(termos de qualidade) legendado.

      Excluir
    3. Deixa eu te falar prezada figura sem nome:

      Eu tenho 25 anos,sou cinéfilo desde moleque e graças ao meu tempo assistindo filmes com idioma original e legendas em português, sou fluente em inglês, sem ter feito qualquer curso !!

      E outra, não acho que a dublagem consegue retratar fielmente as emoções passadas pelos atores, nem mesmo em filmes que o idioma nativo NÃO É o inglês. Sem falar que, em vários filmes, a dublagem é extremamente mal feita.

      E da mesma forma que você se acostumou a ver filmes que não lhe passam emoção nenhuma, você pode muito bem se acostumar a ver filmes legendados sem olhar a todo momento para as legendas ...

      Excluir