Search

quinta-feira, 18 de julho de 2013

Netflix corta as bordas dos filmes... e não é pouco!

Ontem foi publicada no Gizmodo uma notícia sobre como a Netflix corta os filmes para adaptá-los ao formato esperado pela TV. A maioria do conteúdo disponível é filmado no formato 16:9, e, para não deixar barras em preto nos cantos da tela, a Netflix faz isso:


Vocês podem ver muitos exemplos no tumblr What Netflix does. Os cortes são realmente atrozes.

Não há dúvidas de que a mesma coisa acontece por aqui, já que alguns exemplos são retirados da Netflix brasileira.

A dica pra notícia foi do Bernardo. Obrigado!

UPDATE: A Netflix respondeu ao Gizmodo informando que são problemas no software que escolhe o modelo de filme correto para a tela. Mas o problema acontece frequentemente, pelo que parece.

Leia mais:
InstantWatcher noticia até 1800 títulos saindo de catálogo

13 comentários :

  1. pra que tirar as fachas pretas? isso é normal.. aff

    ResponderExcluir
  2. Acontece só em TVs ou na tela do PC também?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, eu acho que é só na TV mas não tenho certeza

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. so na tv meu ovo
      meu pc ta assim to irritado ja
      nn consigo ver dilme direito por causa dessa merda cortada

      Excluir
  3. Tem que cortar mesmo. Eu prefiro que corte para que o filme fique em tela cheia. Enche o saco ver filmes com essas faixas pretas em cima e em baixo. Quando a TV era quadrada, os filmes eram 16:9, aí ficavam as faixas pretas em cima e em baixo. Alguns aparelhos tem opção de zoom para retirar as faixas pretas. Agora que a maioria das pessoas tem TVs 16:9, widescreen, eles vem com essa palhaçada de lançar os Blurays mais fininhos ainda. É horrível principalmente em filmes em 3d.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Edison, pelo que entendi do update da Netflix eles deveriam cortar um pouco, mas por um problema de algoritmo estão cortando muito. Se você for ver no tumblr indicado, tem corte muito grande, chega a tirar ator da cena. Aí fica ruim.

      Excluir
    2. Já eu prefiro ver do jeito que o diretor de cinema pensou. Chega de mutilagem na imagem do filme. As telas do cinema são mais largas do que as televisões. Se antigamente tivessem lançado na proporção original do cinema (que não é 16:9 e sim 21:9), isto numa tv 4:3 ficaria 60% tarjas pretas. Agora lançam blu-ray assim porque o padrão é agora tvs 16:9 e assim as barras ficam menores.

      Excluir
  4. O problema disso é que tem gente que não entende e quando ve as faixas pretas reclama. Algumas pessoas só querem pagar sentar em frente a sua tv de 50' e ver o filme sem se incomodar.

    Eu me incomodo até com a qualidade do audio, acho q o erro vem desde a edição dos filmes, mas isso so se resolveria se a gravação fosse feita em dois formatos, inviavel.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Iria resolver se fosse melhor informado ao telespectador sobre a presença das tarjas. O diretor ele pensa o filme para tela de cinema. Enquadrar o filme para 2 formatos acarretaria custos desnecessários a mais.
      Daqui a pouco, se fosse assim, os filmes teriam até de respeitar tela 4:3 em safe area como são os programas de TV quando em HD, não aproveitando (em comparação a tela de cinema 21:9), quase 70% de área útil.

      Excluir
  5. Na minha TV Samsung não corta as bordas, e fica uma borda bem grande, acho que deveria ter um ajuste para quem gosta, ou quem não gosta, a minha tv de 42 fica de 32 hahaha, mas enfim, eu prefiro sem bordas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se for conteúdo 4:3 ela não foi feita para sua televisão de 42" e sim para TV de tubo, por isto bordas laterais.

      Excluir