Search

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Anatel criará modelo de regulamentação tributária para Netflix


Conforme já havia sido noticiado anteriormente, o governo brasileiro está se movendo na direção de aumentar as taxas para empresas de internet estrangeiras que operam no Brasil, como Netflix, Google e Facebook.

O ministro Paulo Bernardo (Comunicações), que já havia defendido isonomia tributária desse tipo de atividade em relação às empresas de TV por assinatura, encomendou às agências um modelo de tributação. A previsão é que os novos impostos comecem a incidir já em 2014.

Bernardo afirma que até 25% do preço de um pacote de TV por assinatura se deva a impostos. As empresas de internet devem sofrer taxação semelhante.

Pessoalmente, acredito que a Netflix já vinha prevendo as taxações há algum tempo, mas alguma parte dos novos impostos deve ser repassada aos consumidores.

Fonte: O tempo

Leia mais:
Ancine versus Netflix: o que realmente está acontecendo


19 comentários :

  1. Nessas horas o governo age muito rápido. Incrível como é o Brasil, tributando até o streaming...

    ResponderExcluir
  2. Absurdo msmo .... país nojento, enquanto isso mensalão e linho ficam aew desfrutando do dinheiro público ... copa do mundo não se faz com hospitais e por aew vai, revoltando, enquanto uns acham q o BR pode evoluir sempre tem uns q querem mamar na teta e prejudicar... parabens..viva ao país lider em impostos e roubos.

    ResponderExcluir
  3. Ô notícia revoltante. Não se pode ter um serviço de qualidade com preço justo nesse país.

    ResponderExcluir
  4. Rapidinho eles arrumaram um jeito de ganhar dinheiro...Tenho vergonha de morar em um país como o Brasil!!! É revoltante!!! Vamos fazer um abaixo assinado contra isso! Se todos nós colaborarmos, pelo menos saberão que não estamos aceitando o que está acontecendo, tem um site chamado petição pública que podemos fazer isso! Att. Victor M.

    ResponderExcluir
  5. Por favor, dono do blog, incentive a minha ideia, vamos fazer um abaixo assinado - site petição pública faz isso...Muitos assinantes visitam esse blog todos os dias...Victor M.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Abaixo assinado não resolve nada! quer mudar alguma coisa tem que ser na marra!
      Volta pra rua!

      Excluir
  6. Netflix em muito breve custará mais de R$ 30,00

    ResponderExcluir
  7. É o governo trabalhando em prol da pirataria...

    ResponderExcluir
  8. A solução é simples, partiu assinar netflix americano e usar o unblock us. O governo que vá roubar de outro!

    ResponderExcluir
  9. Os tributos, se vier, fazer o que, não ligo se o preço for repassado para o consumidor, porque acho o Netflix uma mão na roda e evolução em relação a televisão que não assisto faz anos.
    Eu estou preocupado com outro ponto que passou despercebido no post: a MALDITA DA PRODUÇÃO NACIONAL que tem que ser enfiada goela abaixo.

    “O que o setor [de TVs por assinatura] está argumentando é que temos uma prestação de serviços por empresas instaladas aqui, no Brasil, sobre a qual incidem ônus, taxas de tributação e obrigação de ter conteúdo nacional, e eles reclamam de um serviço prestado diretamente pela internet que não tem as mesmas condições: não tem a obrigação de colocar produção nacional e não pagam imposto”, disse o ministro.

    Fico inconformado com essa obrigatoriedade de por conteúdo nacional na tv à cabo e espero que não façam isso no Netflix ou qualquer empresa semelhante.

    Inconformado porque o Estado serve para regular as ações sociais e só, não entendo essa necessidade que o governo acha que tem, e o povo aceita, de ele "regulamentar" tudo.
    O que importa para a sociedade se a empresa prestadora de serviços prioriza outro conteúdo, que não o nacional?

    É governo enfiando o dedo onde não deve, mas fazer o que.

    ResponderExcluir
  10. Gente, é sério isso? Realmente vocês estão defendendo uma empresa PRIVADA, PAGA e AMERICANA?

    Vocês acham que boa parte destes R$ 15,00 que vocês pagam vão para onde? Ficam no Brasil? Criam empregos, alimentam mão de obra brasileira? Obvio que não! Vai para o bolso de algum americano.

    Enquanto os impostos que nós pagamos, vira educação, vira saúde, vira transporte público.

    Ahhh, mas tem a corrupção. Claro que tem. Mas quanto você acha que vai de corrupção? Nem 2%! São 50 bilhões, um valor altíssimo, mas não o suficiente para alguém achar que todo o dinheiro que paga vai parar no ralo e portanto e melhor não pagar. Isso é coisa de gente burra!

    Os EUA e a Europa tem mais que o dobro do PIB que o Brasil. É por isso que eles tem a qualidade de vida que possuem. Simplesmente porque são mais ricos que a gente.

    E essa riqueza toda vem das milhões de empresas que eles possuem no mundo todo, incluindo as geradas pelo Brasileiro.

    Ou seja, nós brasileiros, pagamos a boa vida deles, e quando o governo resolve pegar o quinhão que lhe é devido, as pessoas reclamam.

    O problema do Brasil não é este governo. São esses brasileiros que nutrem tão pouco amor e respeito por seu próprio país.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não.. Cê é burro cara, que loucura! Como você é burro! Que coisa absurda, isso ai que você disse é tudo burrice.. burrice! Eu não consigo gravar muito bem o que você falou, porque você fala de uma maneira burra, entendeu?

      Excluir
    2. mas quem vai pagar os impostos não é a netflix e sim nós
      a netflix obviamente vai repassar o valor pro consumidor ou pelo menos boa parte dele

      Excluir
    3. Diogo,

      De forma geral eu concordo que o governo tem que cobrar impostos e redistribuir renda, promover educação, segurança, saúde etc etc etc.

      Acredito que deveria haver uma isonomia entre as taxas de serviços, mas ao invés de desonerar as empresas nacionais, sempre a decisão é onerar mais o serviço que paga menos. Sempre.

      Além disso, o governo brasileiro é um dos piores do mundo na questão PIB/imposto pago, mostrando que aqui a carga tributária, proporcionalmente, é muito maior do que nos EUA e Europa.

      Mesmo que a corrupção seja mesmo de 2%, o que eu sinceramente duvido, tem toda uma questão de gasto público mal investido, pouca eficiência, etc etc etc. Todo mundo sabe de mil histórias, todo mundo conhece aquele pessoal da vereança municipal que gasta seus dias dando nomeando as ruas pra homenagear a vó do prefeito. Não é corrupção, mas é ultrajante que um cara ganhe 15 mil por mês pra se reunir uma vez por semana e dar nome pra uma rua. As pessoas tem TODO o direito de reclamar dos impostos diante dessa realidade.

      Enfim, poderia ser melhor, poderiam fazer mais com menos, mas a decisão é sempre contratar mais, onerar mais, e por aqui ficamos apanhando nas taxas de crescimento, que, no final, dependem de empresas, tanto nacionais quanto estrangeiras. E quando o país não cresce, os pobres são os primeiros a se darem mal.

      Excluir
  11. A coisa é simples, ao invés de pagar 16 vamos pagar 20, ou o Netflix vai se aproveitar da tributação e enfiar um preço abusivo?

    As pessoas reclamam dos impostos. Eu não, desde que saibamos quantos desses respectivos impostos estamos pagando.

    Se for 25%( que alto para burro, para um serviço de streaming que não é a mesma coisa que TV a cabo que tem custo de infraestrutura e causa problemas para prefeitura e governo)

    Quando eu for pagar quero saber quanto de imposto eu estou pagando. Sem maracutais, seja do governo ou da própria netflix.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ok amigo agora volta para sua caminha vai

      Excluir
  12. Acho que a Netflix tem capacidade de administrar isso numa boa. Ruim mesmo vai ser para os pequenos serviços de streaming, que com o imposto podem ficar inviáveis.
    A discussão não pode ser nos extremos, mas num meio-termo que ambos os lados reflitam. Sim, nossos impostos são imensos e injustos, afinal boa parte do nosso trabalho se reverte em impostos para o governo. Isso precisa acabar, todos os governos, de todos os partidos, gastam muito mal nosso dinheiro e desviam horrores. Uma administração decente, comprometida com a população e com o desenvolvimento do país, não pode ser tão sanguessuga com o nosso dinheiro suado. Por outro lado, não dá para crer que algumas pessoas defendam nosso governo e fiquem cegas a tudo aquilo que acontece de errado em nosso país. Olha toda a movimentação por causa das passagens e pelos pedidos de algumas coisas que precisam acontecer no Brasil, como melhor saúde e educação. Se parássemos por tudo que tem que mudar, o Brasil inteiro pararia - e por muito tempo. E não se trata de PT x PSDB ou PMDB, PSB ou o escambau - isso vale para todos. Quando aumentam os impostos, quando deixam de atualizar a tabela do Imposto de Renda, quando tiram o dinheiro da Previdência para gastarem como quiserem (DRU), quando criam um imposto no cheque com o pretexto que seria para a saúde, quando enxugam gastos de investimentos no país mas continuam alimentando o Bolsa Família e o Minha Casa, Minha Vida como se isso fosse a solução dos problemas do país (pode ajudar muita gente, mas é um paliativo temporário apenas), eles estão fazendo as escolhas erradas. E quanto mais ficamos inertes, mais eles aproveitam e sufocam a nós, a classe média, para que paguemos a conta.

    ResponderExcluir
  13. Ele defende que se as TVs por assinatura pagam 25%, é justo que estes serviços de internet também paguem...
    É por isso que o tal do crescimento incrível do Brasil parou.
    Administração pré-histórica. A solução seria reduzir os impostos das TVs por assinatura para não se sentirem prejudicadas. O governo NÃO PRECISA lucrar com tudo para crescer. Crescimento não é igual a ter mais dinheiro. Infelizmente o país só vai mudar quando esse bando de velho atrasado e desatualizado, sair do poder. Infelizmente.

    ResponderExcluir
  14. ummm... deixa eu ver se entendi? Ao invés de cobrar menos impostos das empresas de tv paga, vai cobrar das empresas que disponibilizam streaming? Tá cheirando ao Ipi 30%, que fez com que as montadoras locais, sem competição dos importados, vendessem no Brasil como premium carros que são carroças populares no resto do mundo. De resto, não serão 4 reais que farão com que eu assine o serviço de tv paga, não importa o lobby dessas empresas.

    ResponderExcluir