Search

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Better Call Saul, spin-off de Breaking Bad, chega à Netflix em 2014


A Netflix conseguiu um bom acordo e vai disponibilizar "Better Call Saul" na Europa e América Latina apenas alguns dias depois da exibição nos EUA, segundo a assessoria de imprensa. Já apareceu por aqui uma notícia informando que a Netflix quase conseguiu ficar com a produção da série. O acordo deve ter sido feito na esteira das mesmas negociações.

"Better Call Saul" é um prequel de Breaking Bad, mostrando a vida do advogado de moral duvidosa Saul Goodman. Segue o comunicado de imprensa com mais informações:


“Better Call Saul”, nova série derivada de “Breaking Bad”, estará disponível para assinantes da Netflix em todo o mundo em 2014

“Saul”, com Bob Odenkirk, estará disponível para assinantes da Netflix na Europa e América Latina apenas alguns dias depois de ir ao ar nos EUA

Beverly Hills, Califórnia, 16 de dezembro de 2013—A Netflix Inc. e a Sony Pictures Television anunciaram hoje que “Better Call Saul,” a série que é uma aguardada continuação de “Breaking Bad”, estará disponível exclusivamente para assinantes do serviço de transmissão online na Europa e América Latina logo depois de ir ao ar nos EUA, no começo de 2014.

Nos EUA e no Canadá, a primeira temporada completa de “Better Call Saul” estará disponível para assinantes da Netflix após o final da temporada, exibida pela AMC Networks. Este acordo faz da Netflix o único serviço de televisão por assinatura com exclusividade na exibição da série em todos os países onde opera, assim como ocorreu recentemente em alguns territórios com “Breaking Bad”.

Estrelada por Bob Odenkirk e com co-criação e produção executiva de Vince Gilligan, criador de “Breaking Bad”, “Better Call Saul” conta a história do advogado Saul Goodman anos antes de ser contratado por Walter White. De multas de estacionamento a assassinatos, de acidentes de carro a fraudes públicas, Saul faz de tudo.

“'Breaking Bad' é amplamente reconhecida como uma das melhores experiências da nova era de ouro da televisão”, comentou Ted Sarandos, executivo-chefe de conteúdo da Netflix. “Ela também ficou muito popular entre os assinantes da Netflix de todo o mundo. Esta continuação promete continuar a tradição de histórias poderosas. Temos orgulho de trabalhar com a Sony Pictures Television para trazer Saul Goodman aos assinantes de todo o mundo”, comemorou.

“Na esteira do enorme sucesso de ‘Breaking Bad’, é um prazer continuar nossa colaboração com Vince e também com Peter Gould, e saber que os fãs de todo o mundo poderão conhecer 'Saul'”, disse Steve Mosko, presidente da Sony Pictures Television.

“Breaking Bad”, que, depois de cinco temporadas, terminou em setembro pela AMC, acompanhou a vida de Walter White, um professor de química diagnosticado com câncer terminal. Para ajudar na situação financeira de sua família, passou a fabricar metanfetamina e acabou se tornando um poderoso chefão das drogas. A série venceu 10 Emmys, incluindo o de melhor série dramática em 2013, e é considerada pela crítica a melhor série dramática de TV de todos os tempos.

Nenhum comentário :

Postar um comentário