Search

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Ministro Paulo Bernardo quer que Ancine "olhe" a Netflix


Do Valor Econômico:

O Ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, solicitou à Anatel e à Ancine que verifiquem se a Netflix e outras empresas de conteúdo de TV paga têm pelo menos um escritório no Brasil.

Segundo o ministro, a companhia precisa de pelo menos um escritório no Brasil para não "fugir ao controle do governo". Bernardo quer que os centros de dados da Netflix e de outras empresas venham para o Brasil para garantir a privacidade (risos): “Se tivermos os centros de dados aqui, estimulamos um ramo da economia que começa a se desenvolver, a analisar os dados de maneira global, sem se intrometer na vida das pessoas”.


10 comentários :

  1. Isso mesmo, a Ancine deve olhar a Netflix para ver que uma empresa privada consegue produzir conteúdo de qualidade sem dinheiro público e dezenas de "patrocinadores" que nada mais são que estatais querendo inflar o próprio orçamento ou pessoas jurídicas e físicas que abusam da isenção fiscal das leis de incentivo à cultura para lavar dinheiro.

    Vide a produção nacional "Heleno". Custou R$ 8,5 milhões, a maior parte veio da Ancine, Funarte e estatais e 4 MILHÕES de Eike Batista!!! Desempenho nas bilheterias: 1 milhão. Se só foi visto por 70.000 pessoas, imagina o quanto desse milhão é lucro líquido dos "investidores".

    Tá sobrando dinheiro pra financiar essas %$#$%@!%%@$%?
    http://brcine.com.br/noticia/ancine-vai-investir-r-400-milhoes-em-producao-nacional/

    A justificativa para ter escritório e guardar os dados aqui é piada mesmo, só pode. Vai estimular que ramo da economia? A economia chinesa pela produção dos equipamentos né? Ele também sabe que os 2000 funcionários da Netflix só existem porque nos EUA ainda oferecem aluguel de DVD e tem também o pessoal de atendimento ao consumidor, RH, etc... e que um escritório aqui, vai empregar umas 10 pessoas?

    ResponderExcluir
  2. Eles querem enfiar a mão em tudo mesmo. Daqui a pouco surge o ministério da internet e redes sociais.

    ResponderExcluir
  3. mimimi! tiraram meu comentário... censura...mimimi! desculpa aew...mimimi!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deve ter dado algum problema no blogger, pq eu não excluí nenhum comentário

      Excluir
  4. Concordo com o Anônimo, a Ancine deve olhar para as empresas privadas sim, mas dizer que isso irá estimular algum ramo da economia é piada, só mais uma desculpa para inventarem mais impostos e assim fazer com que a Netflix fique com o pé atrás com o Brasil, quem perde somos nós.

    ResponderExcluir
  5. Caramba, são coisas como estas que nos mostram como as pessoas responsáveis por administrar o país não conhecem NADA de internet. Triste.

    ResponderExcluir
  6. Vergonha alheia desse pessoal do PT! O descaramento e a incompetência parecem nao ter limites com essa turma.

    ResponderExcluir
  7. André, o meu comentário era no estilo crítica mesmo! quase na mesma onda do último anônimo que escreveu. só um pouco mais ácido com relaçāo a mesma turma que ele cita. os limites já se terminaram quando começaram a colocar recrutas da turma, aqui na internet, para monitorar prá eles. meu comentário foi tirado nāo só aqui, e nem pela primeira vez! como já citado: não tem limites!! André, desculpa, mas vai atrás de que quem tirou...

    ResponderExcluir
  8. Temos que tirar essa cambada do poder esse ano!
    Se não for dessa vez, não saem nunca mais, pode apostar.
    Daí só com sangue ...

    ResponderExcluir
  9. posso te garantir que gente a fim disso tem um monte! só tem que ter uma liderança boa. e levar em conta que o lado oposto usa as formas mais baixas para agir. é o que fizeram até hoje! pāo e circo nāo é de hoje que dá certo!

    ResponderExcluir