Search

domingo, 30 de março de 2014

Câmara de deputados de Maryland ameaça terceira temporada de House of Cards


Uma disputa entre os produtores de House of Cards e a Câmara de deputados de Maryland, onde o programa é produzido, está dando contornos dramáticos à terceira temporada da série. Os produtores haviam exigido mais descontos em impostos para manter as gravações no Estado; o deputado William Frick tomou ares de Underwood e respondeu a ameaça com outra: se a produção for mesmo para outro Estado, todos os sets, equipamentos e propriedades da produção seriam tomados, vendidos ou condenados.

"Eu literalmente pensei assim: 'Qual seria a resposta apropriada de Frank Underwood a uma ameaça como essa?'",  disse o deputado. "Domínio eminente realmente me pareceu a resposta mais dramática."

Na linguagem jurídica, domínio eminente é o poder geral do Estado sobre tudo o que esteja dentro de suas linhas territoriais, como bens públicos e privados.

A emenda de Frick, aprovada sem muita discussão, diz que "sob certas circunstâncias" o Estado pode se utilizar de "seu poder de domínio eminente" - no caso, para tomar as propriedades da produção que já gerou mais de dez milhões de dólares em impostos para o Estado.

"É um ótimo programa", disse Frick sobre House of Cards. "Eu amo. Você provavelmente também o ama.".

A chance do Estado de Maryland efetivamente tomar as propriedades da produção é praticamente nula, mas vê-se que políticos, tanto lá como cá, não são assim tão diferentes de F. Underwood.

Fonte: Latin Post

Nenhum comentário :

Postar um comentário