Search

sábado, 14 de junho de 2014

FCC pede esclarecimentos à Netflix, Comcast e Verizon

Diante da guerra pública entre a Netflix e as operadoras norte-americanas, especialmente a Comcast e a Verizon, a agência reguladora das comunicações dos EUA, a Federal Communications Commission (FCC), decidiu tomar uma atitude. O chairman da entidade, Tom Wheeler, publicou nesta sexta, 13, uma declaração afirmando que está pedindo informações e esclarecimentos de provedores de Internet (ISPs) e de conteúdo, incluindo os contratos de privilégio de tráfego entre a over-the-top (OTT) e as teles.

"Para ser claro, o que estamos fazendo neste momento é coletar informações, não estamos regulando", afirmou Wheeler no documento. "A questão é que os consumidores precisam entender o que está ocorrendo quando o serviço de Internet pelo qual eles pagaram não entrega adequadamente o conteúdo que eles desejam, especialmente o conteúdo pelo qual eles também pagaram." O chairman diz que ele próprio não tem tido uma boa experiência com serviços como Hulu, Netflix e Amazon. "Eu tenho experimentado esses problemas e sei o quão frustrante pode ser", declara.

No Brasil, com a aprovação do Marco Civil, foi instituída a neutralidade da internet - que, na prática, obriga as provedoras a transmitir os dados de todos os sites não importando a sua origem. A provedora não pode, por exemplo, deliberadamente deixar o acesso à Netflix mais lento.

Fonte: Teletime

Um comentário :

  1. Mas a vivo fibra de 50 Mb limita o netflix, deixando a qualidade inferior a Net de 10 Mb

    ResponderExcluir