Search

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Poderia a Netflix comprar "The Interview" da Sony?


Há alguns dias um grupo de hackers chamado "Guardians of Peace" tem atacado os servidores da Sony e ameaçado atentados em resposta ao lançamento do filme "The Interview" (A entrevista, com Seth Rogen e James Franco), que fala de um plano fictício para matar o ditador norte-coreano Kim Jong-Un.

Em 24 de novembro, a Sony foi vítima de um ciberataque atribuído ao grupo. No passar das últimas semanas, os hackers divulgaram e-mails entre diretores dos estúdios, senhas e até roteiros de filmes, como o novo de James Bond.

A Sony cancelou a estreia, que estava marcada para o dia de Natal, temendo ataques terroristas aos cinemas. A empresa não tem mais planos de lançar o filme de nenhuma forma, por enquanto.

Vários sites estão cogitando a possibilidade da Netflix comprar o longametragem, já que a empresa tem capital financeiro para a aquisição e não apresentaria um alvo para possível ataque como uma sala de cinema lotado.

Caso a venda fosse realizada, a Sony escaparia de um prejuízo de cem milhões de dólares. A Netflix ganharia um grande chamariz para o catálogo de filmes originais, além de sair como heroína da liberdade de expressão e da resistência ao terrorismo. Mas, por enquanto, são só boatos.

Fonte: Quartz

4 comentários :

  1. O problema é esse medo todo que foi gerado. Será que a Netflix tem coragem de colocar seus servidores no alvo desses caras(Se é que esta foi realmente a motivação)?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que de qqer forma vai levar um tempo, vão deixar a poeira baixar. Vamos ver.

      Excluir
  2. Ai os hackers eram do netflix xD faz tudo parte do plano kkkk

    ResponderExcluir
  3. Difícil. A Sony tb merece o preju. Porque não fizeram um filme sobre a tentativa de matar o presidente Obama (não um presidente fictício)?

    ResponderExcluir