Search

domingo, 7 de dezembro de 2014

Primeiro episódio de Marco Polo é exibido em SP

A atriz Olivia Cheng em cena de Marco Polo

A primeira temporada de Marco Polo estreia na sexta, mas a exibição do primeiro capítulo já foi feita pra alguns jornalistas da Comic Con Experience, em São Paulo.

Marco Polo é a primeira série histórica da Netflix. O drama relata as aventuras do explorador na corte do imperador Kublai Khan, com tons épicos e regado a sexo, intrigas políticas e kung fu. Por seu investimento figurinos, efeitos especiais e cenários, Marco Polo tem sido chamada como "o Game of Thrones da Netflix", mas o protagonista Lorenzo Richelmy discorda: "Amo Game of Thrones e acho que é uma das melhores séries atualmente. Só acho que é como comparar Django e O último samurai. O que acho interessante em Marco Polo é que uma história real, com personagens e lugares verdadeiros".

Lorenzo teve um árduo período de preparação em artes marciais para viver o ator principal da série.  "A primeira vez que o professor me viu, ele ficou desapontado. A primeira semana foi difícil. Eu treinava 10 horas por dia. Aprendi a lutar e cavalgar ao mesmo tempo. Foi muito intenso e como gravamos cronologicamente a evolução do personagem também foi a minha. Mudei meu inglês e meu corpo.", disse.

Chin Han, que vive o chanceler Jia Sidao, teve que aprender um estilo diferente de kung fu chamado de louva-deus. "Foi muito difícil porque é um tipo de kung fu pouco conhecido e quem tem poucos mestres que podem ensinar. As posições são complicadas de se fazer. Tive que treinar várias horas por dia para enfim ter capacidade de reproduzi-las", explicou.

A atriz Olivia Cheng, que vive Mei Lin, comentou sobre uma polêmica cena em que luta com três guerreiros totalmente nua. Ela também precisou treinar kung fu, e a cena contou com a ajuda de coreógrafos. "Eu estava muito nervosa em gravar essa cena. Mas, no fim, foi muito divertido", relatou.

A seguir, a crítica do Diário de Pernambuco:

"O primeiro capítulo de Marco Polo é surpreendente. Apesar da trama ter como base as histórias do explorador italiano, ela vai muito além de uma biografia e acaba trazendo ao foco questões de relacionamentos como as complicadas relações de Marco Polo com o pai, do imperador Kublai Khan com seu reino, e dos irmãos Mei Lin e Jia Sidao.

O que também impressiona são os passos coreografados de kung fu. É perceptível a dedicação do elenco para aprender a arte macial e, principalmente, a enfâse em boas lutas dadas pelo roteiro. O cenário também é impecável. Ao gravar em três países e contar com auxílio de efeitos especiais, a série, realmente, consegue chegar a um nível próximo da qualidade da "concorrente" da HBO, Game of thrones.

Seguindo um padrão também de GoT, a trama traz ainda sexo e violência em peso, o que pode desagradar aos espectadores mais conservadores. O certo é que uma trama para ficar de olho."

Um comentário :