Search

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Ted Sarandos defende Wachowskis depois de desastre com "O destino de Júpiter"

Andy e Lana em frente a cartaz de A Viagem

Depois de Matrix, os diretores Andy e Lana Wachowski não conseguiram emplacar nenhum sucesso nas bilheterias, apesar de vários orçamentos milionários. Depois da recepção terrível da crítica a "O destino de Júpiter", Andy disse ao Wall Street Journal: "Temos tido sorte. Os estúdios têm acreditado nas nossas complexidades, estranhas e malucas. E pudemos continuar a filmá-las. Isso vai continuar? Provavelmente não."

Mas os Wachowski têm pelo menos mais um grandioso projeto a executar: Sense8, série exclusiva para a Netflix, produzida com J. Michael Straczynski, de Babylon5. Ted Sarandos, gerente de conteúdo da Netflix, veio a público defender os diretores - e a série - dando evidências de que, segundo ele, o formato de episódios em série serve melhor à imaginação dos Wachowski.


"São as melhores quatro horas de qualquer coisa que já fizemos", disse Sarandos sobre Sense8. "As críticas de seus filmes têm sido brutais, e tudo depois de Matrix não foi bem, mas se você puder ver as versões iniciais de seus filmes antes de terem que cortá-lo para caber em 120 minutos, é incrível. Tem uma versão de quatro horas de A Viagem que deixa qualquer um fascinado."

Sense8 mostra a história de oito pessoas ao redor do mundo que, depois de uma tragédia, acabam ligados uns aos outros emocionalmente e telepaticamente. Conforme descobrem o que está acontecendo, são perseguidos por uma organização maligna. As filmagens estão acontecendo em vários lugares do mundo, como Chicago, Nairobi, Berlim e Cidade do México.

Leia mais sobre a trama de Sense8 aqui.

Segundo a Deadline, os diretores estão se mantendo em dia com as filmagens e respeitando os orçamentos. "Quem diz que vão fazer um filme de novo? Talvez eles tenham encontrado um nicho promissor.", disse uma fonte ligada ao projeto.

Sarandos falou também sobre a diversidade e o protagonismo feminino em séries como Orange is the New Black. Segundo ele, há um personagem transgênero em Sense8, mas a ideia da diversidade não é forçada: "Faça bons projetos, e diversidade virá deles."

Sense8 estreia ainda este ano, segundo previsões.

Com informações do DeadLine e do IndieWire.

Nenhum comentário :

Postar um comentário