Search

sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

Netflix se desculpa por final de Lost editado


A Netflix se desculpou nesta quinta-feira (7) por ter disponibilizado para os usuários do serviço de streaming uma versão do episódio final de "Lost" 18 minutos mais curta do que a original.

"Foi uma falha não intencional e estamos trabalhando para colocar no ar a versão não editada", declarou a empresa por meio de sua conta oficial no Twitter.

A falha só começou a ser percebida em setembro por fãs da série, que discutiram a exclusão de algumas cenas no fórum Reditt. O site Vulture entrou em contato com Damon Lindelof, um dos critadores de "Lost". Ele afirmou estar confuso com o ocorrido, mas acreditar que o erro não era da Netflix.

Para ele, a cópia do capítulo final de "Lost" enviada ao serviço de streaming é, provavelmente, uma versão editada exibida em alguma reprise e criada para atender as necessidades comerciais do canal ABC, em que a série foi originalmente exibida.

"Ame-o ou odei-o, o final que foi ao ar [em 2010] é o definitivo e qualquer alteração nele requer explicação", afirmou Lindelof.

Atualmente, no catálogo da Netflix nacional, a série está com os 105 minutos da versão oficial.

Nenhum comentário :

Postar um comentário