Search

segunda-feira, 30 de maio de 2016

Segunda temporada de Bloodline tem recepção variada


A série dramática Bloodline, original da Netflix, estreou sua segunda temporada na sexta feira no catálogo. A recepção da crítica foi variada, com nota de 61 (de um máximo de 100) no agregador Metacritic.com.

O IndieWire fez uma resenha muito positiva, elogiando a técnica moderna utilizada para contar a história no programa. O autor do texto afirmou que a segunda temporada ultrapassa a primeira, mostrando o funcionamento interno do cérebro de John, um dos irmãos Rayburn que protagonizam a série.


Já o site The Holywood Reporter publicou uma crítica ácida, afirmando que a primeira temporada era um teste de resistência, mas pelo menos oferecia um prêmio no final. A segunda, de acordo com o autor, é totalmente sem propósito já que o mistério da série foi resolvido na primeira.

Unanimidade em Bloodline são apenas as performances dos atores Kyle Chandler (John Rayburn) e Ben Mendelsohn (Danny Rayburn), constantemente elogiados. Uma grande virtude de Bloodline é se aproveitar muito bem do potencial de ambos.

Algo interessante de se observar, constando nos textos textos de diversos críticos, é que uma série como Bloodline só pode ser feita em um canal como a Netflix. A lentidão e os poucos ganchos para os próximos episódios acabariam causando o cancelamento do programa, caso ela fosse produzida para um canal tradicional de TV. Na Netflix, contando com a possibilidade dos usuários verem todos os episódios um atrás do outro, Bloodline tem muito mais chances de encontrar seu público.

Leia aqui uma lista de diferenças entre as séries tradicionais e séries exclusivas da Netflix.

O IMDb não divide as pontuações das séries por temporada, mas a nota do programa continua excelente, 8,3. Bloodline pode não agradar a todos os críticos, mas parece estar justificando o investimento da Netflix junto aos usuários.

5 comentários :

  1. Vou assistir pq gostei mto da primeira temporada. Mas confesso que nao vejo motivo pra uma segunda temporada. A primeira temporada é uma história com começo, meio e fim...poderia ter acabado por ali mesmo.

    ResponderExcluir
  2. A primeira temporada de bloodline teve começo, meio e fim, mas creio que ainda tem muito a ser visto.

    ResponderExcluir
  3. Tô com o Rafael. Eu adorei a série, por isso vou assistir, mas achei desnecessária essa segunda temporada.

    ResponderExcluir
  4. Tô com o Rafael. Eu adorei a série, por isso vou assistir, mas achei desnecessária essa segunda temporada.

    ResponderExcluir
  5. A segunda temporada é mais psicológica, e vai embaralhando os personagens com o "fantasma" do irmão assassinado.

    ResponderExcluir