Search

quarta-feira, 8 de junho de 2016

8 filmes para ver bem acompanhado na Netflix no Dia dos Namorados


Se existe uma coisa que a Netflix favoreceu foi o hábito de assistir filmes a dois (debaixo do edredom, diga-se de passagem). Quem não está muito a fim de encarar as filas de restaurantes e motéis lotados durante o Dia dos Namorados, comemorado no domingo 12 de junho, pode ficar tranquilo, pois o que mais temos no catálogo são filmes românticos e legais para se ver acompanhado, alguns de muita qualidade, e outros nem tanto. Pensando nisso, dê uma olhada na nossa lista!


1. "10 Coisas que Eu Odeio em Você"

10 Coisas que Eu Odeio em Você é um dos grandes clássicos do cinema adolescente dos anos 90, e é também um filme super bacana com o saudoso Heath Ledger (que está com o cabelo preto no longa), bem jovem e à vontade. O filme não subestima o público jovem para o qual ele foi direcionado, pelo contrário. É uma versão moderna e bacana de "A Megera Domada", de Shakespeare. Na história, um garoto quer levar uma menina ao baile da escola, mas precisa dobrar a irmã mais velha dela, para poder conquistar a mocinha. Para isso vai contar com a ajuda de um cara cool e desajustado. Aqui tem o trailer.

Motivos para assistir com seu amor: Heath cantando "Can't take my eyes off you" totalmente bacana e o poema da Kat (vivida por Julia Stiles)

2. "Johnny & June"

Johnny Cash foi um dos maiores cantores de música country do mundo, e sua esposa June Carter foi um prodígio da música americana desde muito cedo. Johnny & June foi produzido por June, e conta a história da infância difícil de Johnny, seu vício em drogas e depressão, e sua redenção através do amor que tinha por ela, que perdurou até a velhice dos dois. É um filme sobre um amor dolorido e muito musical. Aqui tem o trailer.

Motivos para assistir com seu amor: Todas as músicas cantadas pela dupla e as atuações de Joaquin Phoenix e Reese Witherspoon como o casal principal.

3. "Wall-E"

Tem filme para todos os gostos nessa lista e Wall-E, da Pixar e da Disney, destoa por ser uma animação, mas é um filme muito bonitinho sobre a capacidade humana (ou robótica) de amar e se reinventar. Na história, um robozinho sobrevive no planeta Terra dominado por lixo, sempre buscando um amor que ele nem sabia que poderia sentir. Quando a robô EVA aparece, começa a busca dele por ela. O que ele não sabe é que leva consigo a esperança de todos os seres humanos, que orbitam o planeta em uma nave "do conforto", onde esperam a Terra se tornar habitável novamente. Aqui tem o trailer.

Motivos para assistir com seu amor: As cenas de Wall-E "causando" na nave humana, ele repetindo "EVAAAAAA" para todo lado.

4. "O Fabuloso Destino de Amélie Poulain"

Amélie Poulain não é somente um primor técnico e estético do cinema francês, um filme lindo e cheio de referências incríveis, como também uma produção que fala sobre uma mocinha que cresce sem amor, após a morte da mãe, criada por um que pai não dá muita bola para ela. Quando Amélie sai de casa, encontra esse amor nas pequenas coisas da vida. Insatisfeita, começa a tentar ajeitar a vida das outras pessoas, quando conhece um moço que a tira do prumo. Teimosa, ela precisará entender que precisa ajudar a si mesma antes de poder ajudar os que a rodeiam. Aqui tem o trailer.

Motivos para assistir com seu amor: A história do anão de jardim que viaja o mundo, o homem de ossos de vidro e todo o filme em si. Muito amor!

5. "Simplesmente Acontece"

Em Simplesmente Acontece, Alex e Rosie são amigos de infância, e trocam cartas, e-mails e outras mensagens em uma amizade infinita, desde sempre. A vida vai tomando outros rumos, como ela ficar grávida e ele partir para outro lugar para estudar. Mas seu contato é sempre algo importante, até que nas idas e vindas dessas mensagens, o amor chega a um nível diferente. Uma história bonitinha e não muito elaborada sobre amizade, meio adolescente, mas uma opção legal para quem quer ver um filme sem muita complicação. A trama é baseada em um best-seller de mesmo nome. Aqui tem o trailer.

Motivos para assistir com seu amor: dar uns amassos no meio da história e não perder nada importante!

6. "Nick e Norah - Uma noite de Amor e Música"

Sabe aquela adolescência saudosa, onde você sai em busca de um amor com seus amigos em um show de rock qualquer? Nick e Norah tem esse clima, com o Michael Cera e Kat Dennings juntos. Os personagens que batizam o filme se encontram por acaso em uma festa e acabam indo juntos em uma busca pela amiga de Norah que sumiu bêbada pela cidade. No percurso, os dois percebem que são fãs da mesma banda e que um show secreto vai acontecer em algum lugar. Um filme meio bobo também mas que vale muito pela trilha sonora e pela leveza. Daqueles para assistir e baixar a trilha depois. Aqui tem o trailer.

Motivos para assistir com seu amor: a Kat Dennings.

7. "Embriagado de Amor"

Adam Sandler vive Barry Egan em Embriagado de Amor, uma comédia diferente dirigida por Paul Thomas Anderson, de Magnolia. Sei que você deve estar pensando, "Ih, filme do Adam Sandler", mas esse não é um filme comum de Sandler, mesmo tendo ele como protagonista. Barry é o único filho homem entre sete irmãs, e se perturba com a falta de privacidade que tem em casa. Ele vive uma vida solitária, em grande parte devido à sua própria insegurança, o que permite esconder seus acessos de fúria que acontecem quando se sente frustrado. Em uma manhã estranha, Barry conhece Lena, uma mulher que pede ajuda a ele por um problema em seu carro. Parece haver um clima entre os dois, mas será que Barry vai conseguir driblar seus problemas psicológicos e suas irmãs para viver esse amor? Aqui tem o trailer.

Motivos para assistir com seu amor: Adam Sandler vivendo um papel diferente. E toneladas e toneladas de pudim.

8. Meu Namorado é um Zumbi

Se você procura um filme que agrade ao namorado que gosta de comédias românticas e à namorada que gosta de filmes de zumbi (ou vice versa, ninguém está aqui pra julgar), Meu namorado é um Zumbi pode ser uma boa alternativa. Na história o mundo está dominado por uma infestação zumbi e R, um morto vivo introspectivo, encontra Julie, uma humana, participante de um grupo de exploração. Ao invés de se alimentar de Julie, R sente a necessidade de protegê-la de seus amigos comedores de cérebro. A partir desse momento se desenvolve uma paixão estranha em que R pouco a pouco ganha de volta sua humanidade, uma mudança que se espalha entre os zumbis da região. Agora eles devem encontrar um meio de passar por cima de suas diferenças, não só pelo seu amor, mas também por uma nova esperança para a humanidade. Aqui tem o trailer.

Motivos para assistir com seu amor: Para ver o ator Nicholas Hoult (o Fera de X-Men) antes do sucesso estrondoso. E para agradar a gregos e troianos, Braaaaains.... Braaaaains!!

Confira também: Cinco séries originais da Netflix que deram errado

A lista dessa semana teve a colaboração de Lyra Líbero.

E você, tem alguma sugestão? Deixe nos comentários!

Um comentário :