Search

quinta-feira, 30 de junho de 2016

Resenha: "A Very Secret Service" faz piadas com História


A minissérie de comédia francesa "A Very Secret Service" (Au service de la France) estreou hoje no catálogo da Netflix como produção original. Criada pelo canal ARTE francês, o programa é divertido, fazendo rir de forma inteligente.

Em "A Very Secret Service" acompanhamos o recém contratado agente André Merlaux tentando se entender com a confusa agência de inteligência francesa no anos 60, após a Segunda Guerra Mundial. Sem absolutamente nenhuma orientação, ele tenta descobrir o que deve fazer enquanto os chefes parecem não ter a menor noção do que está acontecendo no mundo.

Logo no segundo episódio, agentes prendem um oficial da República Alemã acreditando que era um nazista. Desfeito o engano, se decepcionam com a perda da recompensa por terem prendido um ex-nazista que acabam tendo que entregar ao oficial alemão. "A Very Secret Service" brinca com a situação francesa no pós-guerra, os delírios de grandeza de uma França enfraquecida e a confusão que imperava em um mundo com mudanças tão drásticas.

O programa tem um cheiro de Inspetor Clouseau, da série "Pantera Cor de Rosa", com influências modernas como "Agente 117". Algumas boas piadas precisam de um pouco de paciência para funcionarem, e também por isso a série melhora no decorrer dos episódios. Os atores são excelentes, o roteiro é em geral bem escrito, e a série acerta em cheio quando mostra operações importantíssimas conduzidas por agentes totalmente inaptos, idiotas e com total desconhecimento do contexto necessário. A fragilidade da série fica no ritmo, um tanto lento e sem ganchos para uma série de humor rápida.

O maior ponto negativo fica para a Netflix, que ofereceu legendas muito mal feitas com os 12 episódios. Além da já complicada barreira entre os idiomas, causa de problemas em qualquer comédia, a má qualidade só agrava a situação.

2 comentários :

  1. Concordo sobre as legendas. Um pouco mais de zelo e as piadas seriam melhor aproveitadas. E uma outra coisa boa dessa série são os episódios curtos.

    ResponderExcluir