Search

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

6 séries originais da Netflix onde a comédia é um dos elementos mais legais



Na busca por seu conteúdo próprio, é claro que a Netflix sempre considerou as comédias não somente como chamariz, para um público mais amigável e em busca de novidades, mas também como uma das propostas dessas produções, pensadas especialmente para o serviço.

A vantagem da comédia é que ela é extremamente democrática e agrada gente de toda idade. Se pensarmos em termos de quantidade de séries de comédia disponíveis, a Netflix é um cardápio cheio. Para afunilar um pouco essa lista e trazer algumas sugestões caso você não conheça, selecionamos 6 séries originais de comédia, disponíveis por lá. Confira a lista.


Grace and Frankie


A sinopse de Grace and Frankie já começa direto para o inusitado. Duas mulheres na casa dos 70 anos, interpretadas pelas ótimas atrizes Jane Fonda (Gracie) e Lily Tomlin (Frankie), estão jantando com seus maridos, quando na cena inicial eles dão uma notícia um tanto dramática: eles estão tendo um caso há mais de 20 anos, se amam e querem morar juntos. O impacto da notícia pega as duas de jeito, que percebem que ao contrário do que pensaram, existe sim vida após os 70. Destaque para Frankie, que personagem maravilhosa!

Master of None 


O comediante e ator Aziz Ansari dá o tom leve e despretensioso de Master of None, uma série daquelas bem bacanas, leves e engraçadas, mas sem exagero. Ele interpreta Dev, um aspirante a ator indiano que vive em Nova York, nos tempos atuais, e precisa entender o mercado de sua profissão, que exige os estereótipos de sempre. Os amigos de Dev também são um destaque à parte na série.

Arrested Development



Apenas a última temporada de Arrested Development foi uma produção original da Netflix, já que a série, que teve três temporadas para a televisão, foi cancelada em 2006 e revivida com sucesso em 2013. Nela, um pai viúvo fica numa situação muito ruim quando o patriarca da família é preso por forjar a contabilidade das empresas, e a família ser alçada à decadência. Com três irmãos inúteis, ele continua em busca de retomar sua vida. A série tem um elenco estrelado com atores como Michal Cera (novinho nas primeiras temporadas), Jessica Walter, Will Arnett (de "Flake"), Jeffrey Tambor e Portia de Rossi. Rende muita risada.

Unbreakable Kimmy Schmidt 


Mais uma produção original da Netflix, Unbreakable Kimmy Schmidt tem a assinatura da atriz e roteirista Tina Fey em tudo, e é uma comédia extremamente interessante e "para cima". Quer dizer, mais ou menos. A série mostra Kimmy, uma moça mantida em um bunker por um fanático religioso durante sua vida toda. Ao ser libertada, ela e as outras mulheres vão parar em um mundo intolerante e meio sombrio, chamado vida real. Ela começa a trabalhar na casa de uma ricaça em Nova York e a desafiar todo seu azar com seu jeito feliz de enxergar tudo. Destaque para Titus, seu roomate, um ator fracassado que rouba a cena todas as vezes.

Lilyhammer



Lilyhammer foi a primeira série original feita pela Netflix, no ano de 2012. A comédia dessa série está no ótimo personagem principal, um mafioso que depõe contra outros chefões da máfia nova-iorquina e é colocado em um Programa de Proteção à Testemunha, sendo obrigado a ir morar na pequena cidade norueguesa de Lillehammer, onde não existem crimes nem muito menos mafiosos. E é claro que ele vai querer viver do mesmo jeito "bandidão" na cidadezinha.

Bojack Horseman



Uma das séries favoritas do criador deste blog, Bojack Horseman é um desenho animado para adultos, onde a história gira em torno do ego do depressivo, alcoólatra e ator BoJack, um sujeito meio cavalo, meio humano, ex-protagonista de um programa de TV dos anos 90. A interação entre seres humanos e animais resulta em situações muito engraçadas e um tanto nonsenses. O humor de Bojack é bem profundo, irônico e ao mesmo tempo cativante.

Gostou de mais essa lista? Deixe sugestão de temas aqui nos comentários!

4 comentários :

  1. BoJack Horseman é minha animação favorita, acho tão irônico ela ser apenas comédia, acho que deveria ser comédia dramática, expande mais os horizontes na minha opinião. É interessante como ela consegue me deixa mais pensativo sobre a vida do que esperando piadas, acho que esse é o ponto forte da animação, ela consegue te fazer pensar sobre a vida e se sentir no lugar do protagonista, você sente a tristeza dele como se fosse a sua, e até em momentos em que ele está feliz e de repente se afoga em mágoas você o compreende.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. você tem razão :D acho q pode entrar numa lista nessa linha tb.

      Excluir
  2. Bojack Horseman é bom demais, uma obra-prima do Netflix!

    ResponderExcluir
  3. Dessa lista, Lilyhammer e Bojack são as minhas séries preferidas. Uma pena cancelarem Lilyhammer. Bojack é o melhor desenho sobre a vida real, aquilo é único, você ri, tem reflexões sobre a própria vida, tem vontade de chorar, fica com raiva. Não tem como não gostar daquele cavalo. rs.

    Colocaria Lady Dynamite também, mas é algo muito pessoal pela identificação com a atriz/personagem, nem todo mundo gosta de Lady Dynamite, acha exagerada, mas na verdade não é, é assim mesmo, as conversas, a visão das coisas, os extremos... Mas a série tem momentos simples de imensa grandeza e inteligência sobre a vida, muitas vezes imperceptíveis se apenas assistida como uma série de comédia. A série para mim, foi meio que libertador, do tipo "Ei, podemos rir disso? Podemos rir de nós mesmo e nos sentir bem por isso? UAU!!!" rs. Diferente de ver filmes onde a pena ou estranheza é o único sentimento sobre bipolaridade. A série me ajudou a procurar ajuda e conversar sobre isso em aberto.

    Lembro que alguém comentou no Netflix algo como "Série esquisita, uma hora a mulher está conversando com a outra, e ai do nada ela vira uma cabra! Nada a ver!" rs. Faltou um pouquinho de entendimento sobre a cena, mas tudo bem. rs.

    ResponderExcluir