Search

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Vida de Peão: 'Fearless' estreia com história de peões de rodeios, incluindo no Brasil



Com grande parte da série filmada no Brasil, mais precisamente na cidade de Barretos (SP), a nova produção original documental da Netflix, Fearless, estreou nesta sexta-feira (19) no serviço, e angariou algumas críticas parciais. Com seis episódios, apresenta a jornada de cowboys brasileiros e norte-americanos se arriscando na arena para montar touros.

A aventura mostra também os circuitos mundiais e os prêmios estratosféricos que o peão que fica famoso e vence competições ganha. O jornal NY Times elogiou a produção em sua crítica, mas fez alguns apontamentos acerca da trama. Disse que "'Fearless', dirigido por Michael John Warren, parece ser bom e se move suavemente. O design gráfico e música são de nível muito superior à vários títulos parecidos desse segmento".

Porém, também pontuou que "não há conteúdo suficiente para preencher esses quatro horas (de série). (...) As competições, incluindo o campeonato de temporada, não são terrivelmente dramáticas, exceto nos momentos sombrios, quando os paramédicos têm de ser chamado para o ringue".

O jornal também criticou que a série passa muito tempo discutindo a razão pela qual jovens se aventural aos perigos de "um dos esportes mais perigosos do mundo", como a própria produção intitula o rodeio. Também mostra o relacionamento de peões com a família, a igreja (principalmente no Brasil) e os treinos para se montar em um boi furioso. Resta saber se a série vai agradar tal como Making a Murderer, outro documental da Netflix, agradou.


17 comentários :

  1. Eu ja dou nota zero. .lixo.

    ResponderExcluir
  2. Conversinha mola,calsa espremendo as bolas, musica de chifre. E querem dizer que isso e cultura afffffffffffffff

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quero dizer calççççaa..kkk

      Excluir
    2. Cultura é o seu português lixo, o funk com apologia ao crime e as drogas que você ouve e um bando de quenga com o shorts no útero rebolando pra um bando de filho de umas égua acha que é bonito, isso aí sim é cultura, musica sertaneja tem uma história, que foi construída sem precisa de putaria

      Excluir
  3. Estou extremamente decepcionada com a Netflix!
    Eu assino a Netflix por suas boas séries, mas apoiar e gastar dinheiro em algo que glorifica covardias, maldades e maus tratos com animais indefesos que são obrigados a participar desses eventos, é nojento! Gastem dinheiro em documentários que ajudem os animais e não com a exploração deles!
    Netflix, como assinante eu deixo aqui o meu repúdio à esse tipo de conteúdo e espero que vocês retirem "Fearless 8 Segundos Para a Glória" da grade de programação para sempre!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. os touros de rodeio são animais diferenciados dos demais touros, nasceram feitos para esse esporte, se sair por aí achando que é qualquer touro que "pula" está enganado. O animal de rodeio não sente dor ao receber o sedém "aquela corda que muitos falam que vai nos testículos do touro fazendo ele pular de dor" ao contrário do que pensam o sedém vai na altura da virilha do animal há ficais de bretes para isso e o dono do touro também fiscaliza, pois a intenção não é causar dor e sim estimular pulos mais "altos e complicados" para o peão, se tivesse dor o touro não pulava e sim deitava como qualquer outro animal. Como eu disse os touros de rodeio são diferenciados pulam porque nasceram pra isso se todos os touros fossem assim qualquer um podia ser dono de cia de touro não é mesmo? Esses touros são muito bem tratados, recebem alimentação balanceada, tem sempre o acompanhamento veterinário, estão sempre em boa forma são verdadeiros atletas assim como os peões. A respeito das esporas que os competidores em touros usam, devem ser lisas como uma moeda pois a intenção é dar equilíbrio ao peão se a espora for pontiaguda o competidor é desclassificado. Muitos dissem também que os touros recebem choques elétricos atrás dos bretes é tudo mentira como disse tudo isso é fiscalizado pelo dono do animal e há também os fiscais para isso. Há touros de rodeio que vale milhões acha que os tropeiros " dono dos animais " iam deixar que fossem mal tratados como muitos dizem. Rodeio em touros é um esporte lindo de se vê é um verdadeiro "balé" onde o peão tenta acompanhar o touro, um esporte onde você vê a emoção que um competidor sente ao parar os 8 segundos no lombo do animal, é um esporte incrível e pra quem não conhece não o julgue. Tchau obrigado.

      Excluir
    2. Caboco c devia pensar mais antes de falar e estudar mais antes de dizer, sofrimento msm é ter q aguentar um desinformado falando oq não sabe, esses touros são mais bem tratados que você é eu juntos, e os caras são realmente destemidos sim, ficar escrevendo crítica em blog é fácil, ser CRITICO de tv ( palpiteiro ) é mais fácil ainda agora vai lá, seja um campeão mundial de rodeio, depois c fala bobagem

      Excluir
    3. esses animais tem um cuidado todo especial em alimentação, condicionamento fisico, tratamento para q nao há doenças, etc...afinal, ele tbm é um atleta, e se esse atleta fosse maltratado ele não pularia, pq o touro em si é selvagem por natureza, qlq pessoa q estiver em cima dele, ele vai pular!! não pq tem algo apertando ele (o que realmente não tem nada apertando o animal) e sim pq é do animal...peço q vc estude um pouco mais sobre esse esporte que é fantástico e pesquise um pouco mais sobre a vida dessas estrelas do rodeio ( no caso, o boi). abraço...

      Excluir
  4. apenas olhe a classificação da serie que esta avaliada em 4 estrelas, abraço.

    ResponderExcluir
  5. Um belo filme, pena que a ignorância não deixa com que muita gente aprecie esse ótimo trabalho.

    ResponderExcluir
  6. Péssima iniciativa da Netflix, indo na contra corrente da conscientização sobre direitos animais, em crescimento por todo o mundo. Os defensores da prática acusam os críticos de ignorância e repetem que os animais são "mais bem tratados que nós". Mas a estes falta boa vontade para ouvir a crítica e para fazer uma autocrítica. Não é fácil ouvir que uma atividade de que gosta muito e que simboliza muito para você, talvez por fazer parte do meio em que cresceu ou por prover o seu sustento está errada. Mas isso não muda os fatos. Os animais são bem tratados? Pois que façam a si mesmos, honestamente, as seguintes perguntas: Como é que ter os genitais comprimidos para causar desconforto suficiente para gerar exasperação é um bom tratamento? Ou bater neles com esporas? Ou levá-los a uma arena contra a vontade e expô-los a estresse e agitação? A ignorância está em quem se recusa a aceitar a crítica, não nos críticos. Se estes acham que estão falando com pessoas que "não sabem nada de rodeio", deveriam saber que estão enganados. Seus críticos é que estão falando com pessoas que não sabem nada de ciência, senciência e ética. Mas é possível mudar e repensar suas crenças e práticas. Que estudem e vejam mais do que apenas aquilo que interessa ao ganho pessoal.

    ResponderExcluir
  7. Tem gente que nem sabe por que o cabrito caga redondo, não entende nem de bosta que entender de rodeio. falei mesmo. tchau brigado.

    ResponderExcluir
  8. Aos desinformados sobre a realidade do esporte,se informem,vejam o que realmente é,pesquise,busque a verdade sempre,que,nesse mundo aqui,não há mentiras!é transparente!tenho certeza que quem acha o contrário,ao ver o que realmente É,VAI ACABAR SE TORNANDO MAIS UM FÃ! UMA BOA NOITE A TODOS

    ResponderExcluir
  9. Sensacional a série, parabéns Netflix!

    ResponderExcluir
  10. Sensacional a série, parabéns Netflix!

    ResponderExcluir