Search

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Resenha: "Glitch", milagre ou maldição?


Neste sábado (15) estreou "Glitch", série australiana adquirida pela Netflix. A produção fala de um tema já explorado  - pessoas mortas voltando à vida sem maiores explicações -, mas aborda o assunto de forma inteligente e inovadora.

De uma maneira misteriosa,  a série é aberta com alguns mortos se levantando de seus túmulos, alguns com morte relativamente recente, outros enterrados por centenas de anos. Vemos o policial James Hayes (o ótimo ator Patrick Brammall) matando um cão raivoso, sem hesitar mas engolindo em seco, antes de atender ao chamado do cemitério.  Frank Underwood também mata um cachorro em uma das primeiras cenas de "House of Cards", mas o que em HoC é demonstração de poder, em "Glitch" é aceitação do inevitável.

Um dos mortos acordados é Kate, esposa falecida do policial Hayes. No microcosmo da relação entre os dois podemos ver como mesmo uma "morte temporária" pode dessincronizar a vida. Somos sociais, dependemos de nossas famílias e amigos. Um ano sem convivência, com a impossibilidade de retorno, é tempo demais. A imortalidade é um cume solitário.

A produção é excelente. Os atores são muito bem escolhidos, e as cenas são gravadas com maestria técnica. "Glitch" não deve em nada às séries norte-americanas. O único inconveniente da série é a curta duração, apenas seis episódios. Mas a Netflix já confirmou (via Deadline) que a segunda temporada, que está em produção, chega ao catálogo global em 2017.

"Glitch" se aproveita do clima urbano-familiar do interior da Austrália, alternando situações de dia a dia com eventos estranhos para criar um clima de desconforto constante. A temática da série foge totalmente do que se espera em uma história de zumbis, e a volta à vida é sempre questionada, "milagre ou maldição?". Os personagens, inteligentes e conscientemente deslocados de suas vidas, talvez preferissem ser simples comedores de cérebro.

Por André Taffarello

Um comentário :

  1. que vem logo a segunda temporada !!! por favor ! estou no aguardo !!

    ResponderExcluir