Search

segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Crítica: "The Expanse" é uma excelente série de ficção científica


No dia 3 de novembro estreou a primeira temporada de "The Expanse", drama de ficção científica produzido pelo canal SyFy adquirido pela Netflix. A série é muito ambiciosa, com alto grau de qualidade em todos os sentidos. (Texto praticamente sem spoilers.)

É bom saber um pouco do universo de "The Expanse" antes de começar a assistir. Muito do programa é baseado em mostrar ao invés de contar, e você pode acabar se sentindo perdido nos primeiros episódios com a grande quantidade de informação. Na história, passada duzentos anos no futuro, os humanos colonizaram o sistema solar. Facções humanas lutam pelo poder em um equilíbrio delicado entre Terra e Marte, além de um grupo vivendo no cinturão de asteroides entre Marte e Júpiter (os chamados belters). Os belters trabalham como mineradores extraindo recursos dos asteroides para os planetas interiores enquanto tentam organizar um movimento para conseguir sua independência. Água e ar são os recursos mais disputados no cenário composto na série.

Ceres e os asteroides têm a órbita interior a Jupiter

Diferente de "Battlestar Galactica", que se desenvolve em torno de religião, "The Expanse" tem uma história mais voltada à política, recheada com um clima de investigação noir (o mesmo de filmes antigos com investigadores perturbados tentando salvar a garota perdida em um mundo escuro). Alguns momentos da série são graficamente violentos, o que pode ser um atrativo ou não, dependendo do gosto de quem assiste.

Três histórias se desenrolam no programa: tripulantes de uma nave sobrevivem a um ataque inesperado; um investigador belter busca uma garota desaparecida; e uma política terrestre tenta descobrir, de longe, as verdades sobre o que está acontecendo. Os três ramos vão se unindo devagar, formando faces da mesma história.

Leia também: Resenha: "Glitch", milagre ou maldição?

Os efeitos gráficos de "The Expanse" são excelentes, e o universo da série foi muito bem criado. A história é muito fiel aos livros que deram origem ao programa. Os atores, apesar de não serem uma atração em si, conseguem levar a trama adiante. Nada é muito surpreendente, mas a produção consegue prender a atenção do espectador por todos os episódios. Durante os dez capítulos, somos levados a mundo tecnologicamente avançado e moralmente corrupto - quase familiar.

No geral, "The Expanse" é uma série ótima, que vai agradar muito a fãs de ficção científica e até a quem está só se aventurando pelo gênero. Uma segunda temporada já está agendada para estrear em fevereiro de 2017 nos EUA e, se tudo correr bem, muitas outras temporadas nos esperam: já foram publicados seis livros da saga, com previsão para o lançamento de mais três.

Por André Taffarello

27 comentários :

  1. Ótimo texto, ajudou bastante a ir pra lista!

    ResponderExcluir
  2. Ótima e muito bem realizada série de ficção espacial!

    ResponderExcluir
  3. Faça critica da serie estocolmo
    Ela e nova e estrangeira






    ResponderExcluir
  4. acabei de assistir. amei tudo, ótima serie não esperava tanto, e supriu minhas expectativas. que venha a segunda temporada.

    ResponderExcluir
  5. A serie é exatamente como foi descrita. Um pouco confusa no começo mas vai ficando mais claro a cada episódio.
    A séria é ótima. Tomara que continue assim.

    ResponderExcluir
  6. Assisti a 1ª temporada inteira ontem e gostei muito, me interessei por ser parecida com the 100, série que já sou fã desde a 1º temporada também.
    Ansioso pela 2ª temporada!!

    ResponderExcluir
  7. Victor Alexandre Lima12 de dezembro de 2016 02:05

    Assisti a primeira temporada the Expanse e não consegui parar até assisti tudo em um dia de domingo...
    Como o texto diz: no começo parece muito confuso e sem começo, mais a história vai tornando forma no desenrolar das três histórias, para ter sentido numa história central.
    Gostaria de comentar, também que parou para assistir a essa série que os gráficos são muito bem feitos, Não deixa nada a desejar aos filmes mais recentes lançados do gênero ficticil.
    Bom, essa é minha contribuição. Não vejo a hora para assistir mais temporadas The Expanse!
    add para contato: 011 9 6291-8684

    ResponderExcluir
  8. Gostei muito do artigo. Comecei a assistir há poucos dias, e hoje estou no quarto epsódio. Vou dormir todos os dias ouvindo as faixas da trilha sonora.

    ResponderExcluir
  9. Série revelação pra mim em 2016, que foi quando vi no netflix. Simplesmente mistura scifi, cyberpunk na dose certa, com um direcionamento mais realista para a exploração espacial e menos "ao infinito e além".

    Aguardando a nova temporada.

    ResponderExcluir
  10. Essa série é fantástica! E a crítica está bem bacana para quem não conhece.
    Fale também sobre a série The Investigator. Assisti o primeiro episódio e me pareceu um Making Murderer piorado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comecei a ver, até segunda publico alguma coisa. Obrigado!

      Excluir
  11. Muito bom o texto. Sem spoiler e ajuda um pouco. Só a dúvida do belters terem sido criados. Foram realmente modificados? Vlw! (Y)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eles são humanos porém como eles vivêm na gravidade simulada não conseguem sobreviver a gravidade normal do planeta Terra

      Excluir
  12. Ótimo texto! Estou assistindo e adorando!

    ResponderExcluir
  13. Muito boa . Mas eu gosto de ficcao cientifica. A gente fica mesmo perdido nos 3 primeiros episodios e depois entende tudo. Ceres , no cinturao de asteroides e considerado um planeta anao (Dwarf planet) , com quase mil km de diametro e 5% da gravidade da terra . Os "Belters" tem este nome devido ao termo em ingles: Asteroid Belt ( cinturao de asteroides ) . Vale a pena ver.

    ResponderExcluir
  14. Boa série mas a simulação de gravidade fraca deixa um pouco a desejar. Também não há robôs. Mas no geral é bem legal

    ResponderExcluir
  15. Estou adorando, é a primeira serie de ficção que assisto e fiquei sem folego, realmente me surpreendeu,isso porque estou no quarto episodio, alias ótimo post!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se vc quiser continuar com alguma outra do gênero, existe Battlestar Galactica. Q move uma legião de fãs (eu assisti). Não é uma série extremamente tecnológica, é mais orgânica, se desenvolve entre a guerra de duas raças. Tem dramas internos excelentes, a série já chegou a seu fim (digo isso pq vc vai assistir o final e não vai ter mais 12 temporadas pra vc ver)
      Bsg é uma série q faz vc criar um carinho enorme por ela

      Excluir
  16. Cara, parabéns pela sua resenha. Extremamente honesta e sucinta. Com um texto não muito grande vc conseguiu descrever perfeitamente os elementos da série, dar o contexto do universo e as informações necessárias para um espectador que está começando a assistir. Muito condizente com a série os elogios e o que não é "Uau" (atuações e falta de grandes surpresas)
    Parabéns pela resenha!! Muito boa mesmo

    ResponderExcluir
  17. eu gosto do Thomas Jane, ele atuou bem em The Mist. sem contar q é bom ver o rosto de alguém conhecido (Steven Strait, q fez Warren Peace em Sky High)

    ResponderExcluir
  18. Sou fã de filmes de ficção científica e esta série superou minhas expectativas. otima produção.

    ResponderExcluir