Search

domingo, 11 de junho de 2017

Resenha: "Shimmer Lake", um suspense de trás pra frente


Na sexta feira (09) estreou na Netflix "Shimmer Lake", um suspense contando a história de um crime de trás pra frente. O filme tem seus defeitos mas entretém, criando uma atmosfera de curiosidade conforme forma sua história.

Texto sem spoilers
"Shimmer Lake" tem um elenco estrelado: Benjamin Walker (de "A Conquista da Honra") é o protagonista, vivendo Zeke, xerife que investiga um assalto a banco em sua pequena cidade. Seu irmão Andy está envolvido (Rainn Wilson, de "The Office"), o que dá tons pessoais à investigação. Chegam para ajudar dois detetives do FBI, vividos por Ron Livingston e Rob Corddry.

A primeira coisa a se notar no filme é o clima de estranheza, de coisas fora do lugar. No início me pareceu que ele seria mais sombrio do que de fato é, o que confunde um pouco quem assiste. Mas a atmosfera intrigante compensou e logo embarquei nas dúvidas da trama.

O maior atrativo estilístico de "Shimmer Lake" é o modo de contar sua história, criando capítulos diários contados em ordem contrária. Conforme conhecemos a história as coisas ficam mais sombrias e estranhas, e fica claro que todos os envolvidos têm segredos a esconder.

"Shimmer Lake" é um desses filmes em que quanto menos se sabe da história, melhor. É difícil comentar sem estragar, porque boa parte da diversão é descobrir devagar quem é quem e qual é seu papel no roubo. A cronologia de "Amnésia" foi tentada muitas vezes e quase nunca deu certo, mas aqui funcionou relativamente bem. É preciso prestar atenção, mas o filme explica bem seus pormenores.

Não é que o filme seja perfeito, mas a impressão que fica é que ele poderia ser melhor, não que do jeito que está seja ruim. As performances dos atores são passáveis (com exceção do xerife vivido por Walker, excelente), um desperdício considerando o talento dos atores. Também parece que o filme poderia ser mais engraçado, já que os poucos momentos de humor não funcionam muito bem (com exceção da história do parceiro do xerife no banco de trás).

Se você gosta de histórias de crime e experimentos com a forma de contar a história, não se contenha com a nota baixa do IMDb (atualmente 6,2). "Shimmer Lake" é um diamante bruto: poderia ser melhor apresentado, mas vê-se qualidade em essência. Assista e comente aqui o que achou - sem spoilers, por favor.

André Taffarello

Nenhum comentário :

Postar um comentário